Geral

Geral - 25/05/2018
Dias de incerteza para os brasileiros diante da atual conjuntura política

Dias de incerteza para os brasileiros diante da atual conjuntura política

TEXTO: +A -A

Aumentos abusivos que refletem em diversos setores da economia, decorrentes do descontrole dos preços cobrados nas bombas de combustíveis, os quais foram gerados pela política de preços adotada desde 2016 pelo governo federal, levaram os caminhoneiros a deflagrarem o maior movimento da categoria, visto que as ampliações no valor final do produto ocorrem quase que diariamente desde março. Essa nova política de preços para os combustíveis tem incomodado os trabalhadores já que o preço da gasolina no Brasil está bem acima da média internacional.

Economistas afirmam que as taxas são indexadas ao dólar, fato que interfere diretamente na negociação. Desde 2011, segundo matéria publicada no Portal G1, o país voltou a consumir mais do que produz e paga o excedente em dólares, pesando no bolso do consumidor, peso esse que fez cerca de 380 mil caminhoneiros aderirem ao movimento nacional em defesa de preços justos para todos os combustíveis e gás de cozinha.

Mesmo diante da paralisação, do possível colapso na economia, os governantes simplesmente ignoram a possibilidade dos cidadãos ficarem sem os suprimentos básicos, sem transporte público, sem segurança pública e outros serviços. O esgotamento acontecerá por falta de entrega de mercadorias, pois as estradas estão bloqueadas e, aqueles que deveriam representar a nação negociando o justo, tentam utilizar métodos antidemocráticos ajuizando ações na justiça.

Este é o momento de mostrar que os brasileiros estão presentes e mobilizados, conscientes que protestar nada mais é que uma ação de integração coletiva pela igualdade e respeito ao povo. É preciso ser livre para alcançar a independência e esses caminhoneiros sabem disso! Devemos estar aliados para protegermos opiniões e ações que trarão benefícios para todo o Brasil.

O Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social (Sinprece) segue confiante na força dos trabalhadores que mudará a biografia deste país tão sofrido com os piores episódios de corrupção na classe política. Faz-se necessário refletir esse grande ato histórico em defesa da dignidade.

Todo apoio à GREVE DOS CAMINHONEIROS.