Notícias

Notícias - 06/02/2020
Economia não reage como o esperado

Economia não reage como o esperado

TEXTO: +A -A

Analisando as últimas notícias acerca dos índices econômicos no Brasil podemos, agora, afirmar que o ministro Paulo Guedes fracassou quando disse que seria fácil zerar o déficit primário no primeiro ano da atual gestão governamental. Guedes apostou na reforma da Previdência, privatizações e leilões das riquezas brasileiras – uma total frustração para o gestor que tem expertise em
números públicos.

Assim, fica fácil entender que a economia brasileira não pode se resumir aos caprichos e interesses do ministro Paulo Guedes. São números complexos e desafiadores, tanto que fechou o ano de 2019 com déficit de R$ 95 bilhões. Percebendo que o projeto está fadado ao fracasso, ainda no decorrer do ano passado, o ministro relatou aos jornalistas “que teria sido melhor compartilhar recursos federais com estados e municípios”.

Fica claro que massacrar o trabalhador com medidas impopulares como a reforma da Previdência e a venda de grandes estatais a preço de banana nunca foram a solução para resolver esse suposto rombo anunciado pela alta cúpula da política nacional. Por fim, segundo matéria publicada na Folha de São Paulo, se não houver uma mudança de estratégia, em 2020 esse déficit atingirá os R$ 124 bilhões. A questão deverá ser analisada pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

 

imagem: https://blogdoulhoa.com.br/2018/06/07/deu-ruim-intencoes-de-voto-despencando/