Geral

Geral - 29/01/2019
Entenda os percalços na Geap Saúde

Entenda os percalços na Geap Saúde

TEXTO: +A -A

A Diretoria Colegiada do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social (Sinprece) sempre se apropriou da história antes de iniciar qualquer ato em defesa do trabalhador. As ações sindicais contrárias à gestão da Geap seguiram aos mesmos exemplos -conhecendo e demarcando com maior necessidade o conceito adotado pela Geap Autogestão em Saúde, que há décadas prejudica os assistidos.

A compreensão foi tanta que, durante todos esses anos o Sinprece descobriu e denunciou a ingerência política praticada pela empresa privada de autogestão que administra o plano de saúde de servidores públicos da esfera federal. Foram períodos marcados pela interferência de partidos políticos, aumentos abusivos, falhas no atendimento e a permanência do velho nepotismo. Com a mudança no Executivo, a Geap certamente passará por alterações no quadro funcional, atingindo, assim, cargos comissionados indicados por políticos do alto escalão.

Segundo consta, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, do Partido Progressista (PP), é o padrinho oficial do diretor-executivo Leopoldo Jorge Alves Neto que é filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) e, na ocasião, teria adotado a técnica da grande maioria que faz política no Brasil, nomeou amigos e familiares com salários elevadíssimos, esquecendo as reais necessidades dos usuários, segundo informações jornalista Donny Silva, que atua em Brasília.

Silva denunciou o esquema de corrupção na Geap Autogestão e Saúde, assegurando, em matérias publicadas nos meios eletrônicos, que houve uma tentativa de suborno por parte da gestão, a fim de silenciar o profissional que há anos investigava os desmandos. O dinheiro foi depositado na conta do comunicador, que agora requer que o caso seja investigado pela Polícia Federal.

Que as mudanças cheguem o quanto antes! Que a verdade prevaleça e os culpados paguem por seus respectivos atos, não somente da atual gestão, mas de todos os outros que passaram pela direção em governos passados que se instalaram de forma indevida na Geap. E, assim, torcemos para que o atendimento retorne com qualidade.