Geral

Geral - 08/10/2018
INSS amplia os serviços mas site não funciona

INSS amplia os serviços mas site não funciona

TEXTO: +A -A
Renata: ‘Sistema seria excelente se funcionasse de forma adequada’

Portal na internet tem apresentado instabilidade e usuários ficam sem condições de acessar seus cadastros

Rio – O INSS ampliou a oferta de serviços no portal do instituto na internet. Agora na página meu.inss.gov.br o segurado pode, segundo o instituto, imprimir a carta de concessão do benefício, inclusive a memória de cálculo, ter acesso a conteúdo de processo administrativo, no caso de ter pedido revisão de benefício, e também imprimir a declaração de regularidade do contribuinte individual, além de outros serviços. Mas, de que adianta, se os segurados têm enfrentado dificuldades devido a problemas no sistema?

“A ampliação de serviços seria de grande auxílio não só aos segurados, mas também aos advogados”, adverte Renata Severo, especialista em Direito Previdenciário do escritório Vilhena Silva Advogados. Mas por que seria? O motivo é bem simples: a instabilidade do portal.

“Desde sexta-feira até fazer pesquisa está difícil, pois o sistema não reconhece as informações inseridas e que fazem parte da base de dados”, conta a advogada.

Outro ponto criticado pela especialista, e que O DIA tem denunciado, são as perguntas feitas para cadastrar a senha de acesso ao sistema. “Dependendo da pergunta, a resposta, mesmo o segurado estando de posse dos documentos para conferir as informações, não confere”, critica Renata.

“Um funcionário que foi demitido em 2014 tem a baixa da carteira nessa data, o que não quer dizer que sua última contribuição previdenciária foi feita nesse período, pois o repasse da contribuição descontada do trabalhador é de responsabilidade do empregador, e não do empregado. Como ele poderia saber dessa informação?”, questiona.

Conforme a especialista, o INSS deveria facilitar esse cadastro para que mais segurados possam ter acesso ao sistema. Isto é, quando ele funcionar adequadamente. “Não é simples fazer o cadastro. Nem mesmo o chat que deveria auxiliar, funciona”, finaliza.

Pelo terceiro dia seguido O DIA questionou o INSS sobre o motivo da instabilidade no sistema e quando vai operar normalmente, mas não obteve resposta.

Confira como fazer login e senha para entrar na página

Para acessar o portal, além de driblar a instabilidade do sistema, o usuário tem que fazer login e senha. Quem quer se cadastrar, precisa usar as carteiras de trabalho, contracheques, além de documentos pessoais, como identidade e CPF. Ao entrar no portal meu.inss.gov.br, na primeira página, escolha a opção “login” no topo ao lado direito da tela.

Em seguida, deve abrir janela do cidadão.br. Nela, é preciso clicar em “primeiro acesso”. No passo seguinte, assinale o botão de “cadastre-se” que fica do lado direito na parte de baixo da tela.

A próxima página vai pedir número de CPF, o nome completo, a data de nascimento do segurado, o nome da mãe e o estado de nascimento para fazer o login. Após preencher todas as informações, clique em “próximo”.

Neste acesso, é gerado um Código de Acesso, que será trocado por uma senha de nove caracteres criada pelo usuário. Ao final selecione “próximo”.

Depois de preencher todas as informações, o site pedirá permissão para que seus dados sejam usados no site Meu INSS. Escolha “autorizo” para prosseguir. Pronto, login e senha criados, ou recriados. Agora é só acessar a página. Isto é, se o sistema deixar.

FONTE: O DIA