Geral

Geral - 24/05/2022
INSS- fim de greve: 62 dias de paralisação

INSS- fim de greve: 62 dias de paralisação

TEXTO: +A -A

Os servidores do INSS, após 62 dias de greve, retornam às atividades nesta terça-feira (24), porém permanecem em estado de greve até que os acordos firmados sejam concluídos. Todos os pontos reivindicatórios foram respondidos pela gestão, contudo, não houve avanço na questão da reposição salarial, mas os sindicatos que representam os servidores conseguiram inserir a categoria na proposta oferecida ao conjunto de federais, que também lutam pela pauta de recomposição das perdas inflacionárias.

A gestão do INSS concordou sobre o retorno da socialização de informações, atendimento voltado ao público, pauta requerida pelos servidores, cabendo à administração definir a data em que ocorrerá o referido retorno. Outra vitória da categoria foi a recomposição do vencimento básico por meio da incorporação de parte da GDASS.

O movimento paredista também conquistou o reconhecimento da necessidade de nível superior para o ingresso na carreira de Técnico do Seguro Social, bem como a classificação das atividades desenvolvidas pelos servidores como Carreira Típica de Estado, situação que ainda será regularizada por meio de lei de iniciativa do Executivo, fortalecendo, assim, as políticas públicas desenvolvidas pelo INSS.