Geral

Geral - 23/01/2018
Organizar a luta em defesa do REAT, da jornada de 30 horas e da nossa carreira

Organizar a luta em defesa do REAT, da jornada de 30 horas e da nossa carreira

TEXTO: +A -A

Estão circulando rumores, nas redes sociais e nas agências, de que a gestão do INSS estuda pôr fim ao REAT. Conforme as notícias, os servidores deveriam voltar a cumprir jornada de 40 horas a fim de solucionar a falta de mão-de-obra e grande quantidade de processos represados e, de quebra, contribuir com uma economia em razão de as agências não precisarem funcionar por 12 horas.

Se confirmada a informação, estaremos diante de mais um frontal ataque contra um direito conquistado com muita luta pela nossa categoria. Um ataque que segue na mesma esteira da contrarreforma da previdência, das diversas medidas já implementadas para dificultar o acesso da população aos benefícios, e das mudanças dos processos de trabalho que põem em questão o próprio futuro da nossa carreira.

A FENASPS vem reafirmar a defesa da jornada de 30 horas para todos os servidores do INSS, com disposição prevista na lei da carreira. Enquanto isso não for possível, a federação seguirá defendendo, como já o fez em diversas ocasiões, que o REAT seja mantido e estendido para todas as unidades e servidores do Instituto, sejam da área fim como da área meio.

Diante disso, a FENASPS protocolou ofício pedindo para que a gestão do INSS, em especial o Sr. Presidente, se manifeste com urgência a respeito dos rumores, e esclareça se há, de fato, estudos ou tratativas para pôr fim ao REAT. A partir da resposta da gestão do INSS, a federação irá orientar a categoria para a defesa dos nossos direitos.

Assim, a FENASPS conclama a todos os trabalhadores do Seguro Social a fazer a discussão com os colegas nos locais de trabalho, participar dos fóruns em seus Estados e ficar de prontidão para a luta que se aproxima.

NOVAMENTE CHEGA O MOMENTO DE IRMOS À LUTA!

SE OUSAREM RETIRAR AS 30 HORAS, OS TRABALHADORES SABERÃO DAR A RESPOSTA!