Geral

Geral - 30/05/2018
Sinprece lamenta agressões praticadas por seguranças do INSS, em Brasília

Sinprece lamenta agressões praticadas por seguranças do INSS, em Brasília

TEXTO: +A -A

A diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social (Sinprece) lamenta que um ato pacífico, realizado nesta segunda-feira (28), em Brasília,  tenha ganhado notoriedade  pelas ofensas e agressões aos  trabalhadores que estavam organizados na defesa da política de previdência e contra os apadrinhamentos políticos no INSS.

A atual conjuntura política do país coloca em risco a manutenção da política previdenciária,  e consequentemente do sistema de proteção social brasileiro, comprometendo a sobrevivência da  classe trabalhadora como um todo.  O INSS hj é uma estrutura prestes a ruir, forjada de ações autoritárias e manobrada pela classe política influente no governo. Nessa dinâmica, há prejuízos de várias ordens tanto para os servidores, que vivenciam péssimas condições de trabalho, como para os segurados, os quais estão sendo retirados das agências e remetidos a meios remotos e virtuais quando buscam o reconhecimento de seus direitos.

Nesse contexto, só há uma saída para barrar todos esses desmandos que vem acontecendo na autarquia – a  unificação da categoria –  não importando as diferenças de cargos que cada profissional exerça.

Caso não haja essa unificação, haverá uma crise ainda mais devastadora pela frente. Por fim, o Sinprece repudia a ação truculenta da Direção do INSS, a qual usou de força para impedir a  manifestação pacífica e politica de 19 estados no hall principal da autarquia na direção central.