Geral

Geral - 05/02/2019
Um ano sem Marilene Torres

Um ano sem Marilene Torres

TEXTO: +A -A

Ela partiu, mas deixou ensinamentos de ousadia, bravura e conquistas. Ela rompeu a barreira do horizonte que divide a vida da morte, mas nos deixou princípios de enfretamento e coragem. Há exatamente 365 dias, Marilene Torres fez sua passagem para a vida eterna, todavia, permanecerá viva em nossos corações – amantes das lutas sindicais. O impulso de mulher aguerrida e combatente muito inspirou nesse tempo de outrora, quando vitórias foram alcançadas em meio ao suor, sangue e perseguição.

Marilene Torres foi diretora do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social (Sinprece), estando à frente da Secretaria Jurídica da entidade, local onde priorizava a dignidade do trabalhador. Doravante, Marilene não estará nas batalhas vindouras que já se esboçam como árduas e conflitantes. Contudo, este mesmo cenário já foi presenciado em outros momentos que estivemos juntos a esta grande liderança.

Assim, estaremos fortalecidos com base nos ensinamentos classistas repassados a toda família Sinprece. Marilene Torres de Vasconcelos partiu, mas seus exemplos continuam encorajando os mortais que ainda sobrevivem às amarguras dos opressores.