Notícias

Notícias - 01/03/2012
Desejamos um 2007 com muitas vitórias para toda classe trabalhadora brasileira

Desejamos um 2007 com muitas vitórias para toda classe trabalhadora brasileira

TEXTO: +A -A

A Diretoria Colegiada do SINPRECE abre este espaço noticioso para desejar aos trabalhadores da Seguridade Social e do Seguro Social um ano novo cheio de esperanças e de conquistas, seja no plano pessoal, seja no plano coletivo.

O SINPRECE que nasceu da vontade de se obter sucesso do ideal coletivo dos trabalhadores do INSS e Ministério da Saúde (ex-Inamps), convoca mais uma vez a categoria para que em 2007 possamos lutar juntos e desta forma obter o espaço que desejamos na sociedade em que vivemos.

O ano de 2006 não foi diferente dos anteriores, muitas lutas, muitas conquistas e também algumas decepções por parte dos que fazem a atual política brasileira. Registramos aqui mobilizações importantes organizadas pelo SINPRECE e que a categoria participou ativamente, fazendo com que nosso real objetivo fosse alcançado, que é de ser escutado e ter nossos direitos respeitados. Paramos as atividades do INSS e do Ministério da Saúde por três dias em busca do nosso plano de carreira, luta que continua em 2007. Realizamos seminários sobre o tão almejado Plano de Carreira de ambos os órgãos (Ministério da Saúde e INSS), como também sobre a GEAP. Organizamos em 2006, um encontro exclusivo para os aposentados da região do cariri cearense e sempre estivemos presentes em plenárias nacionais de nossa base, como também no processo de criação da Receita Previdenciária, em que o SINPRECE sempre acompanhou e participou do processo no âmbito local e nacional.

Não podemos deixar de falar na recente paralisação no Hospital de Maracanaú, na entrega de relatório sobre as condições de trabalho das agências do INSS no estado do Ceará ao Ministro da Previdência e na implantação de um plano de comunicação no SINPRECE que tem o intuito de aproximar a categoria das ações desenvolvidas pela entidade.

No campo jurídico, obtivemos vitórias importantes como os pagamentos da RPV (requisição de pequeno valor) e do Precatório (3,17%) do INSS, além da execução dos anuênios também do INSS e os 28% para os trabalhadores do Ministério da Saúde. Vale salientar a vitória de nossa assessoria jurídica que conseguiu o retorno de servidores demitidos e de aposentadorias caçadas irregularmente.

É importante frizar que todas essas ações só foram possíveis graças ao empenho e a força de mobilização de todos que fazem a Seguridade e o Seguro Social no Ceará e para 2007 os mesmos objetivos continuam. Afinal, defender os interesses do trabalhador e de uma sociedade mais justa e igualitária é dever de todos, além de ser uma tarefa continua e sem interrupção.

Por isso trabalhador lembre-se: Não lute sozinho, sindicalize-se!