Geral

Geral - 02/12/2021

Governo acumula despesa bilionária por falta de pessoal no INSS

TEXTO: +A -A

Não é somente uma fila que maltrata segurados, mas uma fila que causa também prejuízos aos cofres da Previdência. São aproximadamente 2 milhões de brasileiros esperando por um despacho da autarquia que, por irresponsabilidade do governo federal, segue em direção ao colapso sobrecarregando servidores que estão em exercício.

Faltam servidores técnicos e analistas para inúmeras demandas e os danos são irreparáveis para segurados que esperam desesperançosos. Um ato desumano praticado por um governo fadado ao fracasso e, que, não pensa no social mesmo à frente do relatório do Tribunal de Contas da União que aponta diversos problemas.

Segundo matéria publicada no site UOL, o INSS paga aproximadamente 35 milhões de benefícios dos quais cerca de cinco milhões correspondem a decisões judiciais.

Também destacamos um trechos do editorial jornalístico. Segue a informação abaixo:

No caso da fila deste ano, a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Adriane Bramante, afirma que o governo já dá indícios de que NÃO vai conseguir cumprir os prazos previstos em um acordo homologado pelo Supremo Tribunal Federal.

“Todo mundo assinou esse acordo, de que o INSS dobraria o prazo para concluir os processos. Então, aquilo que seria 45 dias passou a ser 90 dias. E se o INSS não pagar nesse prazo, vai correr juros, depois de dez dias do prazo de 90 dias. Só que o INSS já está dizendo que não vai cumprir, que não vai conseguir cumprir, porque não tem mão de obra necessária para cumprir”, aponta.

O governo desmereceu o bem-estar do cidadão brasileiro ao negar a previdência uma administração digna e humana, mostrando sua incompetência e que mais uma vez teve que voltar atrás tendo em vista a relevância da previdência, responsável por prover ao segurado proteção em seus momentos de maior vulnerabilidade, como no pós parto, na doença e na velhice.

Desrespeito ou irresponsabilidade do governo?