Notícias

Notícias - 02/09/2010
Lula ataca médicos peritos e servidores que lutam pela jornada de 30 horas

Lula ataca médicos peritos e servidores que lutam pela jornada de 30 horas

TEXTO: +A -A

Em jornal televisivo, na noite de 31 de agosto, o presidente Lula criticou duramente os médicos peritos do INSS em greve desde junho. Lula disse “Estou meio chateado porque os peritos entraram em greve. Eles ganhavam R$ 2 mil, nós estamos pagando R$ 14 [mil] e, portanto, não há nenhuma razão de fazerem greve. Nenhuma. Mas entraram em greve porque querem reduzir a jornada de trabalho”. Para o presidente, “virou mania” no Brasil querer trabalhar 30 horas semanais. “Estou achando muito engraçado no Brasil as pessoas quererem trabalhar 30 [horas]. Daqui a pouco as pessoas querem ganhar sem trabalhar”. Lula também reclamou do excesso de burocracia dos órgãos de fiscalização que demoram a liberar ou paralisam as obras de infraestrutura no país. Lula ainda disse que os servidores federais receberam reajustes muito acima da inflação e que aqueles que estão em greve não têm noção do prejuízo que causam à nação. Lula ainda disse que não haverá como o governo atender aqueles que estão em greve e que se a justiça não autorizar o corte de ponto as greves vão se tornar eternas e não podem ser eternos os pagamentos àqueles que receberão sem trabalhar. Lula disse que “isso tem que acabar. Nosso país não pode mais ficar a mercê de servidores que pensam e agem como se fossem os donos do país”.

INFO DF – COM AGÊNCIAS