Geral

Geral - 13/10/2017
Seminário INSS Digital e Teletrabalho: Os Avanços Tecnológicos e seus Impactos na Carreira do Seguro Social e no Atendimento à População

Seminário INSS Digital e Teletrabalho: Os Avanços Tecnológicos e seus Impactos na Carreira do Seguro Social e no Atendimento à População

TEXTO: +A -A

Vivemos uma era digital, onde as pessoas andam sempre conectadas. Porém, ainda que estejamos na tal era digital, este ambiente ainda nos mostra desafios pela frente.

É preciso inovar, todavia há a necessidade de participação dos envolvidos no processo, levando em consideração as demandas, condições de trabalho e atendimento e as características dos usuários atendidos.

Para a autarquia INSS, o INSS digital e o teletrabalho surgem como uma alternativa para reduzir a enorme demanda de usuários nas Agências da Previdência e para suprir a falta de servidores que tem se agravado pelo aumento no número em condições para se aposentar e/ou sem condições de se manter trabalhando devido a fatores como idade avançada, adoecimento, desmotivação, entre outros.

Vivemos mais um processo de mudanças no Instituto, investiu- se na era digital com maior automatização dos serviços, sem contudo buscar resolver os problemas fundamentais
relacionados ao declínio do número de servidores, as condições de trabalho e atendimento que não são discutidas nem priorizadas.

Diante desse quadro, levantamos alguns questionamentos que esperamos que suscitem nos servidores a reflexão e avaliação desses projetos:

1. Esses projetos solucionam a escassez de mão de obra no Inss?

2. Quais os incentivos reais para o servidor? Não tivemos até agora nenhum avanço nas nossas reivindicações relacionadas à incorporação das gratificações no salário, incentivo ao crescimento profissional, jornada de trabalho, metas exequíveis, etc. O que esses projetos nos trarão de melhorias? Como fica nossa luta coletiva se estaremos cada dia mais isolados uns dos outros?

3. Como ficam nossas despesas com infraestrutura, tecnologia e segurança na fase de implantação do teletrabalho?

4. A Terceirização vem de braços dados com a automatização? Como fica a qualidade do trabalho? E os concursos públicos?

5. A grande maioria de nossos usuários já sofrem com os atravessadores por desinformação, desconhecimento dos sistemas, legislação e procedimentos. A dificuldade de inserção dos nossos usuários na era digital não facilitará a ação de atravessadores e a exploração? Não dificultará o acesso às informações e aos procedimentos?

“A princípio, são questionamentos importantes a serem feitos neste momento enquanto ainda somos fundamentais para o bom funcionamento da autarquia e para o reconhecimento de direitos previdenciários, enquanto ainda podemos brigar por nossa valorização, pois caminhamos para a automatização onde seremos cada vez menos necessários e impotentes diante das decisões governamentais sobre nossos cargos e carreiras.” (André Veroneze – Técnico do Seguro Social)

Todos esses pontos serão debatidos no “ Seminário INSS Digital e Teletrabalho: os avanços tecnológicos e seus impactos na carreira do seguro social e no atendimento à população” , no próximo dia 21 de outubro, de 8h às 12h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social ( Sinprece) .

INFORMAÇÕES :
LOCAL: AUDITÓRIO DO SINPRECE DATA: 21/ 10/ 2017
HORÁRIO: 8h às 12h
INSCRIÇÕES: Deverão ser realizadas até o dia 17/ 10 através do e-mail – diretoria@sinprece.org.br, enviando os dados contendo nome completo, matricula e telefone de contato do servidor.

Os servidores do interior devem procurar o Sinprece através do fone: (85) 3254-7422 para obter maiores informações sobre deslocamentos.

PROGRAMAÇÃO:
– 8h: Credenciamento
– 8h30: Mesa d e Abertura: SINPRECE, CSP e FENASPS
– 9h: Mesa Temática: As relações de trabalho e as inovações tecnológicas no INSS numa conjuntura de desmontes e restrições de direitos

FACILITADORES: Raquel Dias (UECE/ANDES), Lenin Tierra (Técnico do Seguro Social do I NSS da
APS de Mossoró – RN) e José Campos ( FENASPS) .

– 11h: Debate
– 11h30: Encaminhamentos
– 12h: Encerramento